Conferência Anual APS 2018 | 30-10-2018


1. Intervenção de Abertura do Presidente da Associação Portuguesa de Seguradores na Conferência Anual 2018 da APS:


Exmo. Senhor Secretário de Estado da Proteção Civil,

Eng.º José Artur Neves,

Exmo. Senhor Presidente da Autoridade Nacional de Proteção Civil, Tenente-General Mourato Nunes,

Exmo. Senhor Presidente da Associação Portuguesa dos Bombeiros Voluntários, Dr. Rui Moreira da Silva,

Exmos. Senhores Oradores Convidados,

Caros Associados,

Minhas Senhoras e Meus Senhores,

Sejam bem-vindos a esta conferência, Gestão do Risco em Situação de Catástrofe, organizada pela Associação Portuguesa de Seguradores.

Esta iniciativa tem como objetivo promover um amplo debate em torno do tema da proteção de grandes catástrofes e nesse sentido contamos com a presença de ilustres keynote speakers internacionais.

Ao contrário de muito outros países, Portugal não tem qualquer sistema nacional estruturado para proteger empresas e cidadãos em caso de ocorrência de eventos de natureza catastrófica, nomeadamente em caso de um sismo de média ou grande magnitude. Nesse sentido, a APS tem vindo a analisar experiências internacionais e a elaborar estudos no sentido de produzir uma proposta de criação de um sistema deste tipo para Portugal. E é no âmbito desta iniciativa que organizamos esta tarde de trabalho.

Iniciaremos os trabalhos com uma apresentação de Charles Baubion, da OCDE, que nos vai dar uma visão muito interessante sobre os sistemas de gestão e governance de riscos catastróficos.

Em seguida teremos a oportunidade de conhecer alguns casos de estudos associados ao risco sísmico e nesse sentido teremos uma apresentação da Esther Baur, da Swiss Re, um grande ressegurador com muita experiência e credencias nesta temática, seguida de apresentações de Sid Miller, Responsável máximo do Earthquake Commission na Nova Zelândia,, e Ismet Gungor, Coordenador do Turkish Catastrophe Insurance Pool. Teremos assim oportunidade para conhecer soluções desenvolvidas e operacionais na Nova Zelândia e Turquia, dois países com alta exposição ao risco sísmico.

No final terei a oportunidade de apresentar uma proposta para um sistema de proteção de catástrofes para o mercado português.

Antes de terminar, quero fazer um agradecimento especial à Swiss Re, nosso parceiro nesta iniciativa. E quero nomear duas pessoas, o Erik Payen e o António Batalha que desde a primeira hora têm dado um apoio e contributo excecionais a esta iniciativa. Muito obrigado a ambos.

Termino então, agradecendo desde já a presença de todos, e solicitando ao Senhor Secretário de Estado da Proteção Civil, Eng.º José Artur Neves, que se junte a mim e nesta cerimónia de abertura desta conferência.

Muito obrigado.

------------------------------------

2. Apresentação realizada pelo Presidente da Associação Portuguesa de Seguradores na Conferência Anual da APS sobre o Sistema de Proteção de Riscos Catastróficos

Data: 30-10-2018

Local: Pousada de Lisboa

Intervenções do Presidente

anterior12próximo

ACERCA DA APS

A Associação Portuguesa de Seguradores é uma associação sem fins lucrativos, constituída nos termos da lei para defesa e promoção dos interesses das empresas de seguros e resseguros. O conjunto dos Associados da APS representa atualmente mais de 99% do mercado segurador, quer em volume de negócios, quer em efetivos totais empregados.

MORADA | CONTACTOS

APS | Associação Portuguesa de Seguradores
-
Rua Rodrigo da Fonseca, 41
1250-190 Lisboa
T. 213 848 100
F. 213 831 422
-
aps@apseguradores.pt
www.apseguradores.pt

ENVIE UMA MENSAGEM

Clique para listar as tarefas